Imprensa

07-Abr-2018 19:43

Nosso sonho não se curvará às injustiças

A condenação do Presidente Lula, inocente e sem provas que demonstrem qualquer crime, é a segunda parte do Golpe. A primeira foi o impeachment da Presidenta Dilma. Era um golpe contra a esquerda, que se tornou um golpe contra todo o sistema democrático. 

Como a Direita perdeu o Poder e não o reconquistou nas urnas, utilizou-se de todas as tenebrosas artimanhas antidemocráticas para conseguir retomar o Poder no país. A consequência disso é um crescimento do Fascismo no Brasil, do ódio, da exclusão social. 

Como nos disse quando em Sorocaba a ex-ministra Eleonora Menicucci, o que querem é nos exterminar: exterminar a esquerda brasileira, e tudo o que ela representa, todas as bandeiras que ela levanta e que lhe são mais caras. 

E contra isso, só uma ação radical, que aponte para uma Democracia Radical, é viável, como nos disse Eleonora. Essa ação é a ação do povo, dos movimentos sociais, daqueles que estiveram, e sempre estarão, do lado da democracia. 

A prisão irregular e arbitrária de Lula não arrefece nosso ânimo, ao contrário, torna-o ainda mais inabalável e nos une contra os retrocessos que estão combalindo a democracia nacional, nossa economia e desestruturando todos os direitos que os trabalhadores conseguiram, com árdua luta. 

O país vive hoje as trevas do obscurantismo, do fanatismo, do ódio, da ameaça dos direitos e da cidadania, embalado no grande acordo nacional “com Supremo, com tudo” que Romero Jucá pregou. 

Mas o sonho que Lula ousou sonhar um dia, está mais vivo, mais forte e mais livre do que jamais esteve. 

Fui a primeira filiada no PT de Sorocaba, fundadora do Partido dos Trabalhadores, partido esse que tirou milhões da miséria, colocou o pobre na universidade, permitiu que as classes que sempre foram excluídas do mercado de trabalho e de consumo conseguissem sua inserção e sonhassem com um futuro digno. 

Eu integro essa esquerda que respeita a democracia e as regras do jogo, que olha para o pobre, que luta diuturnamente por um país livre da miséria e da opressão. 

Vamos lutar para que a luz da democracia volte a iluminar nosso Brasil, que os ventos do progresso soprem e nos levem mais longe do que jamais chegamos. 

Somos Lula e seu sonho, e esse sonho nenhuma injustiça prenderá.

,
Lula e Iara, em Sorocaba

Deixe seu Recado