Imprensa

14-Mai-2014 00:00 - Atualizado em 03/03/2017 15:39

Senso comum X senso crítico

Tenho me assustado com algumas posições. Há um alto grau de despolitização no ar. A indignação alcança a cegueira e transforma alguém que é um agente político, num militante da antipolítica.

Tenho me assustado com algumas posições. Há um alto grau de despolitização no ar. A indignação alcança a cegueira e transforma alguém que é um agente político, num militante da antipolítica.

Recentemente, acompanhava uma discussão sobre em quem votar, numa eleição de movimento estudantil. Ambas as chapas possuíam filiados a partidos políticos em suas composições. Uma delas, então, sorrateiramente, dizia que a outra era oportunista, porque seus membros tinham pretensões políticas. Jogavam, assim, com o alto grau de despolitização vigente, afinando com o discurso de senso comum, pautado pelo "oportunismo", "interesses escusos" ou "não estão preocupados com os interesses dos estudantes", escondendo o fato de também pertencerem a um partido político. Ainda, diziam que as pessoas que lá estavam, colaborando com a eleição para aquela chapa, eram de tal organização "X", pertencente à juventude do partido político "Y". Detalhe: quem acusava, "sofria" do mesmo mal.

O pior disso, foi ver alguns jovens "comprando" este discurso, como se fosse um crime organizar-se politicamente para disputar suas visões de mundo, em quaisquer que sejam os segmentos. Não conseguem enxergar que aqueles que se predispõem a exercer suas cidadanias estão corretíssimos!

Serra foi presidente da Une. Lula, presidente de Sindicato.

Em suma, percebam a contradição, a falta de raciocínio destes. Pra ser político, filiado a partido, não se cai da árvore! É necessário que haja uma história anterior, oras!

E tem aqueles discursos: "tô de saco cheio de política", que, em verdade, alcança a antipolítica. A melhor coisa pros corruptos!

Enfim, sigo ferrenho combatente do senso comum e lamento muito que um grupo de jovens politizados se utilizem de uma retórica que despolitiza. Isso sim é oportunismo.

Deixe seu Recado